178 ANOS DE MACHADO DE ASSIS
21/06/2017 - 9h52 em Cultura

 

Considerado o maior escritor brasileiro de todos os tempos, Joaquim Maria Machado de Assis nasceu no Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839 e faleceu no mesmo local em 29 de setembro de 1908.

Filho de pai mulato e pobre, e mãe lavadeira açoriana, foi criado pela madrasta, Maria Inês, no Morro do Livramento (Rio de Janeiro), em extrema miséria, após a morte do pai. Desde cedo teve as mais variadas profissões: vendedor de balas, sacristão da igreja da Lampadosa, aprendiz de tipógrafo, empregado da Imprensa Nacional e do Diário do Rio, redator do Diário Oficial, jornalista e funcionário público da Secretaria da Agricultura. Fez o primário em escola pública e estudou francês e latim com o padre Silveira Sarmento. Posteriormente, seguiu como autodidata, devido ao grande interesse que tinha em todos os tipos de leitura.

e saúde frágil, epilético, gago e míope, Machado era reservado e tímido. Aos 30 anos casou-se com Carolina Augusta Xavier de Novais - contra a vontade da família da moça, que achava que Machado tinha mais problemas do que fama. O casal não teve filhos e a união durou 35 anos - até a morte da esposa.

Em 1897, Machado fundou a Academia Brasileira de Letras, da qual foi o primeiro presidente - é por isso que a Academia é também conhecida como "A Casa de Machado de Assis".

Morreu em 29 de setembro de 1908, em sua casa no Cosme Velho. Foi decretado luto oficial no Rio de Janeiro e seu enterro, acompanhado por uma multidão, atesta a fama alcançada pelo autor já naquela época.

COMENTÁRIOS